sábado, 31 de julho de 2010

Única Capital do Brasil que não Possui Interligações por Rodovias com as Outras Capitais: Macapá


-Capital do estado do Amapá, na região Norte do Brasil;
-Também é a única cidade brasileira que é cortada pela Linha do Equador;
-Possui área de 24.557 Km²;
-Foi criada em 1738, com um destacamento militar para a defesa da fronteira e passou a capital em 1758;
-Seu relevo é de formação rochosa;
-Seu clima é equatorial quente úmido;
-Sua vegetação é constituida de florestas com grande árvores como a samaumeira, acariquara, angelim, maçaranduba entre outras;
-O Relógio do Sol marca o local da linha imaginária que divide a Terra em dois hemisférios;
-Macapá observa o Equinócio, onde a luz solar incide sobre a Linha do Equador, as noites e os dias têm a mesma duração; em Março, na Primavera e em Setembro no Outono;
-Próximo a cidade está o Porto de Santana.

Fontes: Grande Enciclopédia Larousse Cultural, Nova Cultural; brasil-turismo.com; Geografia do Brasil, aspectos físicos, sociais e economicos, Editora Moderna.

Maria Celia Amorim

A Frágil Vida nos Recifes de Corais

video

O arquipélago de Fernando de Noronha vira berçário para os tubarões-limão



O arquipélago de Fernando de Noronha está se transformando em berçário para os tubarões-limão Negaprion brevirostris. Seu nome é devido a coloração amarelada do seu dorso. Esta espécie pode atingir cerca de 3 metros de comprimento e está ameaçada em outros oceanos do planeta. Em Fernando de Noronha ela encontrou as condições ideais para se reproduzir e multiplicar. Estes animais não correm riscos neste arquipélago por causa das medidas de proteção e por serem mais tolerantes à água quente. Além disso, no Brasil, não há o costume de se tomar sopa de barbatana de tubarões, fator que coloca a espécie na mira dos caçadores, especialmente em países asiáticos, porque lá, as fibras da barbatana são consideradas afrodisíacas. Os tubarões-limão têm sete, oito ou dez camadas de dentes, mas até hoje nenhum mergulhador foi atacado por eles no arquipélago. O tubarão-limão também é identificado pelas duas barbatanas no dorso. No museu em Fernando de Noronha, há mais de 400 exemplares de tubarões com tamanho e formas diferentes. Até os dentes variam de acordo com a espécie e o tipo de alimentação. É uma área de proteção, onde ele encontra alimento fácil. Os adultos são tímidos aos mergulhadores, mas se ameaçados se tornam agressivos, ele costuma ser mais ativo a noite.

Fontes: O Globo OnLine; Grande Enciclopédia Larousse Cultural, Nova Cultural; Os Segredos do Mar, Seleções do Reader's Digest.

Maria Celia Amorim

Locais Estranhos na Terra: Ondas no Deserto



-Ao norte do Estado do Arizona e ao sul do Estado do Utah, nos Estados Unidos da América;
-Está localizada em uma reserva protegida – Paria Canyon-Cinabrino Cliffs Wilderness;
-É moldada pelo vento;
-O arenito é bastante suave e frágil e tem que ter cuidado para não quebrar os pequenos sulcos;
-Possui 455 Km² de área;
-Possui 190 milhões de anos;
-É formado por planaltos, altas escarpas e profundas gargantas;
-A área é formada por uma galeria de arenito gruesomely torcida, com depósitos de ferro, criando as cores pastel, rosa e vermelho.

Fontes: zionnational-park.com; blogsilence.com.

Maria Celia Amorim

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Butantan se recupera após incêndio



O curador do acervo de serpentes do Butantan, Francisco Franco, informou no dia 29 de julho que entre 15% e 20% das 77 mil cobras que estavam no prédio que pegou fogo em 15 de maio em São Paulo foram recuperadas. A coleção, que tinha mais de cem anos, era considerada uma das mais importantes do mundo. A informação foi divulgada após um encontro de cientistas sobre segurança em acervos biológicos, promovido durante a reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Para recuperar as informações sobre os animais perdidos após o fogo, Franco tem contatado pesquisadores que fizeram estudos no acervo para pedir fotos e descrições científicas dos animais. O incêndio no acervo do Butantan despertou a preocupação de outros museus científicos sobre suas coleções.

Fonte: G1

Ave que só come caramujos: Gavião-Caramujeiro



-Rostrhamus sociabilis;
-Falconiforme da família dos acipitrídeos;
-Também conhecido como gavião-de-aruá;
-Exclusivamente malófago, só come caramujos do gênero Pomacea, o aruá, da vegetação alagadiças ou os de água doce do Pantanal;
-Encontrado nos locais pantanosos, brejos os rios do Pantanal Matogrossense;
-Chega a medir 41 centímetros de comprimento;
-Possui bico adunco com o qual retira o animal da casca;
-É o gavião mais especializado de todos os raptores;
-Seus ninhos são feitos de gravetos e arbustos e ficam entre 1 e 4 metros de altura do chão;
-É uma ave muito sociável, daí seu nome: sociabilis, pois vive em grupos e juntam-se em pousos noturnos para passar a noite;
-O macho é todo preto e a fêmea tem a parte superior amarronzada, a região frontal da cabeça esbranquiçada e a parte inferoir creme com manchas e listras marrons.

Fontes: Atlas da Fauna Brasileira. MA/IBDF-MEC/FENAME, Edições Melhoramentos; avesderapinabrasil.com; wikiaves.com.br.

Maria Celia Amorim

Animais Transparentes: Lula Translúcida


-É encontrada em todos os oceanos do planeta;
-Brilha na escuridão com seus pontos vermelhos e púrpuras;
-Possui mais de 300 tipos diferentes de lulas nos oceanos.

Fontes: Segredos do Mar, Seleções do Reader's Digest; mundoceptico.wordpress.com

Maria Celia Amorim

Underwater (10)


quinta-feira, 29 de julho de 2010

Parque Nacional Mapinguari (67) – Último por enquanto...



-Localizado no estado do Amazonas, nos municípios de Canutama e Lábrea, região norte do Brasil;
-Criado pelo Decreto número 0-003 de 5/6/2008;
-Neste parque vivem cerca de 4.000 índios de diversas etnias;
-Possui 28.000 Km² de área;
-É destinado a preservar ecossistemas naturais de grande relevância ecológica;
-É uma savana entre os Vales dos Rios Purus e Madeira;
-Com grande heterogeneidade ambiental;
-Possui diversos ecossistemas isolados e únicos com grande potencial para a pesquisa científica e visitação para o turismo ecológico e educação;
-Conforme as lendas indígenas, Mapinguari é um bicho parecido com o homem, mas seu corpo é coberto por pêlos e possui um só olho e uma boca enorme que termina na barriga. Este ser teria ainda os pés virados e mãos em forma de garras. E também conforme a lenda, é um ser que protege a floresta contra os que querem fazer mal a ela.

Maria Celia Amorim

Reclame por um Mundo Melhor

video

Underwater (9)


Locais Estranhos na Terra: Caverna de Naica


-É conhecida como “Capela Sistina” dos Cristais ou mesmo “Fortaleza da Solidão”;
-É a “Cueva de los Cristales”, chamada de mina de Naica, ficando em Chihuauhua, no México;
-Contem os maiores cristais naturais conhecidos pelo homem;
-Estes cristais chegam a medir 11 metros de altura, com 4 metros de diâmetro e passam de 55 toneladas;
-Ficam a 290 metros de profundidade;
-Contem os maiores blocos de cristais de selenita e gipsita conhecidos no mundo todo;
-Foi descoberto em 2000, acidentalmente, por trabalhadores que perfuravam um túnel de acesso à mina de prata;
-É considerada um patrimônio da humanidade;
-A temperatura dentro dela varia de 64 a 72°C e só é permitido permanecer por lá de 10 a 15 minutos, a não ser com equipamentos especiais;
-É protegida por uma porta de aço;
-A temperatura mais baixa da mina é de 57°C devido ao ar refrigerado.

Fontes: Revista Veja, Editora Abril, edição 2170, 2010; mundogump.com.br; aterraemmarte.com.

Maria Celia Amorim

Concurso de Fotografia



Com o objetivo de sensibilizar as pessoas para a importância da conservação da natureza, a Fundação SOS Mata Atlântica acaba de abrir as inscrições para seu Concurso de Fotografia 2010. Ela recebe até dia 4 de setembro as inscrições e para participar, os interessados devem enviar as fotos por correio ou entregar pessoalmente, na sede da Fundação. Devem constar fotos em papel e ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada. O concurso tem inscrições gratuitas.
O regulamento completo pode ser obtido no site http://www.sosma.org.br/hotsitefotos/.

Fonte: Newsletter – CRBio 02

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Criminologia: Máquinas de Matar – Parte 1



Depois de um tempo sem falar sobre Criminologia, resolvi escrever uma série de artigos sobre o tema que serão postados aos poucos. O tema é importante, diante de tantos crimes bárbaros que vêm sendo perpetrados não só no exterior, mas também no Brasil, onde os casos de assassinatos promovidos por psicopatas vem mobilizando nossas autoridades e deixando perplexos a população. As causas desse aumento são variadas, mas por trás desses crimes hediondos escondem-se alguns fatores extremamente sombrios, como, por exemplo, o fato de que a prisão muito pouco pode fazer para tentar ressocializar um criminoso serial. A crueldade, o desprezo pela vida e o poder que eles sentem que exercem sobre as vítimas lhes dão prazer e não há castigo que os impeça de agir de novo. Pesquisas recentes apontam que apesar de apresentarem, em geral, um bom comportamento na prisão, 70% dos psicopatas reincidem no crime após o cumprimento da pena. Nas cadeias, eles representam algo em torno de 20% da massa carcerária e são responsáveis por mais de 50% dos crimes mais graves cometidos por presidiários. Normalmente, aqueles crimes com requintes de crueldade, que chocam a opinião pública, têm um psicopata por trás deles.
O psicopata tem uma grave falha de consciência moral (aquele velho freio da nossa consciência que sabe o que é o bem e o que é o mal). Ele ignora a sanção advinda da lei, pois ele possuiu o seu próprios sistema de leis, sem se importar com as consequências, já dizia o psiquiatra argentino Luis Alberto Kvitko, professor de Mecicina Legal da Universidade de Buenos Aires. O pior de tudo é que o psicopata tem consciência de todos os seus atos, apesar de tentarem negar isso quando são presos. Ele não liga para a dor sentida pela vítima e essa violência, às vezes, é manifestada para satisfazer uma necessidade imediata, como, por exemplo, o sexo. Depois de consumar o ato (estupro), ele sente indiferença, prazer ou poder em vez de remorso. A fórmula pode estar numa mistura sinistra de falha moral, ausência de culpa, liberdade interior sem limites, histórico de violência sexual na infância ou adolescência, lesão cerebral, doenças, necessidade de poder, prontidão para tirar vantagem de qualquer situação, enfim, isso torna o psicopata um criminoso diferente. O criminoso comum tem um transtorno de caráter, mas nem sempre pratica a crueldade de forma fortuita como realiza um serial killer, que comete 4 vezes mais crimes violentos que o criminoso comum. Algumas pesquisas revelaram que o psicopata não reage a estímulos que despertam uma descarga agressiva, porque ele não precisa deles para agir. Pleo contrário, o psicopata sabe trabalhar muito bem e manejar o seu estresse. Um estudo canadense mostrou que com sua capacidade de simular arrependimento, os psicopatas têm chances 2,5 vezes maiores de conseguir a liberdade condicional. Poucos deles reduzem a atividade criminosa após os 40 anos de idade. O psicólogo forense Stephen Porter diz que a psicopatia é um dos prognósticos mais poderosos de reincidência de crimes. Alguns dados: os psicopatas cometem 44% dos homicídios contra policiais nos EUA e a probabilidade de o psicopata matar estranhos é 7 vezes maior que entre outros criminosos.
A pergunta que se faz é a seguinte: haveria tratamento para eles ? Infelizmente, a realidade hoje é que tentar tratar um psicopata adulto não vai surtir resultados, pois quando é forçado a passar por terapia, em geral, ele fica pior, pois aprende como usar a psicologia para manipular ainda mais as pessoas. Vivemos hoje em um mundo onde nos deparamos, frequentemente, com crimes em que observamos casos em que fica claro nitidamente a falta de valores, de moral e de princípios sobre regras sociais e éticos. São filhos irresponsáveis atuando à margem da lei, pais ainda piores que passam a mão na cabeça de seus filhos, perpetuando ainda mais a noção de impunidade, e gerando lá na frente a possibilidade de estar formando um criminoso. É muito importante a sociedade, urgentemente, repensar qual é o seu papel e cobrar do Estado providências. Não só através de legislações-álibis ou, como os doutos chamam de emergência, a cada crime bárbaro que se pratica. É necessário rever não só a nossa legislação, mas a sociedade precisa decidir de que forma pretende pressionar o Estado a fim de garantir a efetividade da aplicação de sanções a esses criminosos. Até a próxima.

Ricardo Ferreira

Cientistas desenvolvem mosquito resistente ao parasita da malária

Pesquisadores da Universidade do Arizona introduziram um gene nos mosquitos, o que impede o desenvolvimento do parasita responsável pela malária, o Plasmodium falciparum. Segundo os especialistas, o próximo passo é colocar mosquitos resistentes à malária no meio ambiente. Antes disso é preciso garantir alguma vantagem aos mosquitos em comparação com os insetos que carregam a doença, afirma Michael Riehle, um dos pesquisadores. Com a alteração de uma proteína, a comunicação entre as células do mosquito é alterada e a mudança afeta a vida do parasita dentro do organismo do inseto. Os pesquisadores também conseguiram anexar um marcador fluorescente ao gene para garantir a eficácia do método dentro do corpo do mosquito. É a primeira vez que uma equipe consegue bloquear o desenvolvimento de parasitas da malária em agentes intermediários.

Fonte: G1
Maria Célia Amorim

Besouro Serra-pau




-São insetos coleópteros da família Cerambycidae;
-Macrodontia cerviconis;
-Medem de 10,8 a 17 centímetros de comprimento;
-O macho possui fortes mandíbulas;
-Sua larva se alimenta do caule da palmeira;
-Possuem antenas muito longa, que as vezes podem ser maior que seu corpo;
-É uma espécie em risco de extinção, sendo considerada vulnerável;
-Conhecido também como besouro de chifres longos;
-É o segundo maior, entre os besouros;
-É muito procurado por caçadores de insetos, para colecionadores;
-São das florestas da mata atlântica do Brasil;
-Fazem a postura de seus ovos em determinadas plantas e cujos troncos serão broqueados pelas larvas que eclodirem e estas fazem galerias nos troncos;
-Ele corta a madeira para comer;
-Suas grandes mandíbulas não picam ninguém, só cortam galhos;
-Eles passam a maior parte do dia escondidos sobre a casca das árvores;
-São alimentos favoritos dos macacos;
-São considerados pragas.

Fontes: Entomologia para Você, Messias Carrera, Editora Nobel; museunacional.ufrj.br; superinteressante.abril.com.br.

Maria Celia Amorim

Poeira Estelar




A Agência de Exploração Aeroespacial Japonesa anunciou que encontraram partículas dentro da capsula da sonda Hayabusa, que supostamente recolheu amostras da superfície do asteróide Itokawa, em 2005. Os especialistas ainda não sabem dizer se as partículas são poeiras do asteróide ou se o material tem origem terrestre e estava no espaço interplanetário. A cápsula caiu de para-quedas no deserto de Outback, na Austrália, encerrando a missão de 7 anos e de quatro bilhões de milhas através do sistema solar. A missão cumpriu o primeiro sobrevôo em um asteróide. A cápsula, que tem 16 polegadas de largura retornou intacta e foi devolvida ao Japão, para análises em Sagamihara, próximo a Tóquio. Uma análise rápida de raios-X mostrou que dentro do recipiente não existiam sinais de partículas maiores que 1 mm ou aproximadamente 1/25 polegadas. Os técnicos também mediram emissões de gás provenientes da capsula. A agência japonesa JAXA confirmou a presença de partículas de poeira, anúncio esse que só veio após os técnicos terem aberto o recipiente. A poeira pode ter vindo mesmo do asteróide Itokawa, do espaço interplanetário, ou poderia até ser uma poeira terrestre que contaminou o recipiente antes do lançamento ou após o pouso. Somente uma análise detalhada do material poderá determinar de forma clara sua origem.
Fonte: O Globo Ciência / AFP / Reuters
Ricardo Ferreira