domingo, 31 de outubro de 2010

Cientistas acreditam ter encontrado DNA do rei francês Luiz XVI



O Grupo do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC) acredita ter recuperado o DNA de uma suposta amostra de sangue do monarca francês Luis XVI, que foi guilhotinado em 1793. O material estava conservado dentro de uma casca de abóbora que está em posse de uma família italiana há mais de um século. Os cientistas localizaram o DNA mitocondrial e o cromossomo que supostamente era do sangue do rei francês, segundo o coordenador da equipe Carles Lalueza-Fox, do Instituto de Biologia Evolutiva. A amostra analisada corresponde a de um homem europeu cujos dados genéticos procedem de linhagens difíceis de encontrar nas bases de dados atuais. OBS: Pelo vídeo que fala desta matéria (EFE), este pote da foto continha lenços secos contendo sangue deste monarca, pois era costume as pessoas enxugarem o sangue das pessoas guilhotinadas para guardar de lembrança. Agora vão comparar este DNA com o de seu filho, o coração dele está guardado.
Fontes: Último Segundo; noticias.br.msn.com.

Projeto em Votorantim (SP) vai converter bituca de cigarro em adubo

Um projeto pioneiro lançado em Votorantim (SP) prevê a coleta e transformação dos restos de cigarros em adubo orgânico. O trabalho envolve a prefeitura e empresas de reciclagem. A Poiato Recicla, uma das parceiras, desenvolveu coletores de pontas de cigarro que serão colocados em locais estratégicos da cidade de 120 mil habitantes, como a entrada de bancos, restaurantes e prédios públicos. O composto servirá de adubo para plantas em projetos de recuperação ambiental. O material será recolhido regularmente e encaminhado para outra parceira, a Conspizza, de Uberlândia (MG), que o submeterá a um processo de compostagem. Após a retirada dos metais pesados e outros componentes agressivos, os restos de cigarro serão misturados a um composto orgânico e resíduos vegetais. A prefeitura fará campanha para incentivar o uso do coletor. O sócio da Poiato, Marcos Poiato, disse que o projeto foi trazido de Londres por um médico. A empresa pretende estender a iniciativa a outras cidades. Os restos de cigarro representam quase um terço do lixo lançado nas ruas e calçadas. O Brasil produz, anualmente, 140 bilhões de cigarros e cada bituca (ponta) leva, em média, dois anos para se decompor na natureza.
Fonte: G1

Carregador movido a luz solar já está disponível no Brasil

O Solio é um aparelho portátil que se utiliza da luz solar para carregar celulares, Ipods, MP3, Palm Tops, GPS, câmeras fotográficas, etc. O equipamento de apenas 158g tem o objetivo de preservar e reduzir os custos da energia utilizada mundialmente por esses utensílios nas tomadas das casas. Além de coletar energia solar, a empresa que fabrica o produto, a Better Energy Systems, planta árvores em florestas para compensar o dióxido de carbono produzido com a sua fabricação. A energia do sol transformada em eletricidade através das suas células fotovoltaicas é fácil de ser recolhida e pode ser feita em qualquer lugar, um processo rápido, insonoro e limpo que depende apenas do sol. Além da energia usada para carregar os aparelhos ter a mesma capacidade que uma tomada comum, o Solio possui uma bateria interna potente que pode armazenar energia por até um ano. Quando está totalmente carregado, tem energia o suficiente para carregar um celular comum ou um iPod Nano por pelo menos duas vezes. Projetado para ter uma longa vida útil, o compacto avanço tecnológico totalmente reciclável não destrói a natureza, e, sim, a ajuda na sua preservação e é ideal para viagens. Ele é vendido em vários países e, no Brasil, está disponível em lojas virtuais.
Fonte: EcoD

Empresa italiana lança o Patch, primeiro relógio biodegradável do mundo


A tradicional empresa italiana de relógios Altanus lança o primeiro relógio biodegradável do mundo, o Patch. O empreendimento levou quatro anos de pesquisa para, enfim, chegar ao modelo totalmente sustentável, feito de papel fino resistente à água e difícil de ser rasgado. O Patch está disponível em três coleções (basic, summer e flags) e custa aproximadamente U$ 33,50 (R$ 57,16). O relógio biodegradável apresenta 10 cores básicas.
Fonte: EcoD

Aspirador de pó feito de lixo plástico encontrado na praia




A empresa Eletrolux apresentou um aspirador de pó que foi feito de lixo plástico encontrado em praias do Oceano Índico, Mar Mediterrâneo, Oceano Pacífico e Mar Báltico. O aparelho funciona como qualquer outro aspirador, mas, com ele, a companhia quer alertar o mundo sobre a enorme quantidade de lixo plástico que é despejada nos oceanos de todo o planeta. (Foto: AP)
Fonte: G1

sábado, 30 de outubro de 2010

Lagos: Lago Nakuru



-Localizado no sudoeste do Quênia, na África;
-Nakuru na língua Massari significa “lugar empoeirado”;
-Ao sul da cidade de Nakuru;
-É um lago superficial alcalino;
-Pertence ao Parque Nacional Lago Nakuru;
-No Vale do Rift;
-Com área de 50 Km², mas na época de seca ele é reduzido a área de 5 Km²;
-Possui grande quantidade de algas;
-Neste lago existe uma grande diversidade animal, devido a água, aparecem os flamingos que o torna rosa, como também os rinocerontes brancos e pretos, os babuínos, hienas, leões e tantos outros mamíferos;
-Está a 2.100 metros acima do nível do mar.

Fontes: Animais da Terra: dos Pólos ao Equador, Seleções do Reader's Digest; G1; lake_nakuru_national_park.html.

Maria Celia Amorim

Sementes Voadoras: Tumbleweed



-O cardo russo é um exemplo desta planta que dissemina suas sementes com a ajuda do vento;
-Ela é uma planta arredondada e arbustiva;
-Aparece nos Estados Unidos como também na Sibéria;
-Os tumbleweed são empurrados pelo vento, espalhando milhares de sementes por onde passam;
-Esta planta pode produzir de 20.000 a 50.000 sementes em pequenos tufos, sendo que cada uma é rodeada por uma textura de papel com bordas circulares;
-O nome cardo vem de duro e pontiagudo, como a forma das folhas desta planta;
-São consideradas plantas daninhas;
-Quando elas se quebram, ao nível do solo, são levadas pelo vento;
-Como exemplo podemos citar o Tragus salsola que aparece em San Diego, Califórnia.

Fontes: Grande Enciclopédia Larousse Cultural, Nova Cultural; waynesword.palomar.edu.

Maria Celia Amorim

Livro mostra algumas criaturas estranhas da natureza



Um livro-recém lançado na Grã-Bretanha compila imagens e informações sobre 5.000 espécies da natureza, num dos mais minuciosos trabalhos do tipo já editados. A obra The Natural History Book: The Ultimate Visual Guide to Everything on Earth (O Livro da História Natural: O Guia Visual Essencial para Tudo na Terra), publicada pela editora DK, foi preparada com a ajuda de mais de 20 especialistas de diversas áreas. Entre as espécies retratadas no livro estão criaturas bizarras, cujas características chamam a atenção por suas particularidades. Algumas espécies estão aqui para serem admiradas.
Foto 1: O dragão-marinho (Phyllopteryx taeniolatus), parece um cruzamento de canguru, cavalo-marinho com algas.
Foto 2: O cogumelo tóxico em forma de falo (Phallus impudicus): seu odor forte pode ser sentido a vários metros de distância.
Foto 3: A plumagem azul, parecida com uma tiara sobre a cabeça, caracteriza o pombo coroado do sul (Goura scheepmakeri), pombo terrestre encontrada nas florestas na Nova Guiné.
Foto 4:Durante a temporada de acasalamento, a plumagem do pássaro (Philomachus pugnax) ganha um topete que o deixa com ares de Elvis Presley e o torna mais atraente às fêmeas.
Foto 5:O sapo-parteiro-comum (Alytes obstetricans),encontrado na Europa Ocidental, carrega ovos fertilizados em sua parte traseira para protegê-los dos predadores.
Foto 6:O mandril (Mandrillus sphinx) é um primata conhecido pelas cores fortes no rosto dos machos, que se tornam mais intensas em momentos de excitação sexual. Essa espécie é encontrada em florestas tropicais africanas.
Foto 7:O lagarto-de-gola (Chlamydosaurus kingii) é encontrado na Austrália e na Nova Guiné. Sua gola característica se levanta para espantar predadores ou durante acasalamento. Sua gola característica se levanta para espantar predadores ou durante rituais de acasalamento.
Foto 8:Apesar da aparência, esta flor não é das melhores para ornar sua casa: ela emite odor de carne podre, cuja função é atrair insetos que ajudam no processo de polinização.
Foto 9:A rã de Budgett (Lepidobatrachus) foi comparada pelos autores ao personagem Jabba the Hutt, de Guerra nas Estrelas. Este anfíbio encontrado na América do Sul também já foi apelidado de Freddy Krueger, por causa de sua agressividade.
Foto 10:A tartaruga-aligator (Macrochelys temminckii) tem uma espécie de gancho na língua para atrair peixes, abocanhados com grande força.Ela é de água doce e vive nos rios e pântanos dos EUA.Esta tartaruga lembra um cruzamento entre uma tartaruga e um crocodilo.

Fontes: Último Segundo; G1

Fumaça e neve



A fumaça do vulcão Asahi Dake no norte do Japão é avistada no meio da neve. Esta fumaça sulfurosa sai do vulcão Asahi Dake, o coração ardente do Daisetsuzan, maior e mais selvagem Parque Nacional do Japão. O grupo de vulcões demarca o Parque Nacional no centro da ilha japonesa mais ao norte, em Hokkaido. Esta fumaça em meio a neve é um espetáculo à parte.


Fonte: Último Segundo

Retire os equipamentos eletroeletrônicos do quarto

Quantos equipamentos eletroeletrônicos você tem em seu quarto? Computador, televisão, celular, despertador e aparelho de som são alguns dos mais comuns. Se você se encaixa nesse perfil, saiba que todos eles emitem ondas eletromagnéticas que podem causar desde uma simples dor de cabeça até um câncer. Por isso, evite esse tipo de objeto no lugar onde você dorme. O excesso de ondas eletromagnéticas emitidas por equipamentos elétricos e eletrônicos produz um tipo de poluição imperceptível capaz de influenciar o comportamento celular do organismo humano e até desorientar o vôo de algumas aves. Ninguém pode vê-la, mas a poluição eletromagnética está espalhada por toda a parte, ocupando o espaço e atravessando qualquer tipo de matéria viva ou inorgânica. Por isso, retire do quarto TVs, rádios, celulares, computadores e todo o tipo de objeto que possa ser prejudicial à sua saúde. Também troque o despertador elétrico pelo de pilha ou de corda que, além de charmosos, não correm o risco de não te acordar em caso de falta de luz. E lembre sempre de se perguntar: “eu realmente preciso disso?” antes de ligar qualquer equipamento na tomado do seu quarto. Além de fazer bem para a sua saúde, você evita o consumo de eletricidade e reduz a conta de luz no final do mês.

Fonte: EcoD

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Inseto Praga das Gramíneas: Cigarrinha


-Da ordem Homóptera;
-No Brasil são temíveis por serem pragas das gramíneas, principalmente da cana-de-açúcar, sugando sua seiva;
-Podem comprometer até 60% das plantações de cana;
-As cigarrinhas eliminam um líquido açucarado que atraí grande quantidade de formigas;
-Também chamada de baratinha, cigarrinha-de-cana-de-açúcar, cigarrinha-vermelha ou cigarrinha-dos-canaviais;
-De ampla distribuição no Brasil;
-Medem em média 12 milímetros;
-Sua coloração é em geral avermelhada;
-No período das chuvas aumenta sua incidência;
-Atualmente tem sido aplicado o controle biológico para estas pragas como o fungo Metarhizium anisopliae.

Fontes: Atlas da Fauna Brasileira, MA/IBDF-MEC/FENAME, Edições Melhoramentos; agrosoftbrasil.com; Entomologia para Você, Messias Carrero, Editora Nobel.

Maria Celia Amorim

Locais Estranhos na Terra: Ayers Rock



-Também conhecido como Uluru;
-Está localizado na Austrália, perto da cidade de Ylara, a 400 Km sudoeste de Alice Springs;
-É sagrado para os aborígenes;
-Localizado na planície desértica australiana;
-Possui inúmeras fendas, poços com água, cavernas e pinturas antigas;
-O Ayers Rock é visível a mais de 100 Km de distância;
-É o segundo maior monólito do planeta;
-Está dentro do Parque Nacional de Uluru-Kata Tjuta;
-Possui 867 metros de área;
-Tem altura de 340 metros
-Possui 9 Km de perímetro de circunferência;
-Sua profundidade é de 2,5 Km;
-É constituído por grés de feldspático de cor vermelha;
-Pertence ao Paleozóico Superior;
-Surgido no centro de uma imensa planície de acumulação que se inclina lentamente para o fundo da pequena bacia interior ocupada pelo lago salgado Amadeus.

Fontes: Maravilhas Naturais do Mundo, Seleções do Reader's Digest; crystalinks.com/ayersrock.html; atn.com.au/nt/south/uluru.html.

Maria Celia Amorim

Ter Consciência é Tudo


Uso Consciente do Papel Toalha





Quando for aos sanitários públicos, use apenas duas folhas de papel toalha para secar as mãos. Elas são suficientes para secar sem que haja desperdício. O uso consciente ajuda a economizar papel e, com isso, evitar a derrubada de centenas de árvores e o uso de água e energia que são gastas para produzi-los.


Fonte: EcoD

Cientistas armazenam sementes para salvar as orquídeas da extinção

As orquídeas que repovoarão as florestas do futuro dormem nos tubos de vidro de câmaras climatizadas a -20°C e mantidas por uma peculiar sociedade de cientistas do mundo todo. O projeto "Armazenamento de Sementes de Orquídeas para Uso Sustentável" (OSSSU) é mantido por cientistas de 23 países da América, Ásia e Europa. Sua missão é garantir que, apesar da exploração comercial abusiva e dos embates em torno do aquecimento global, a humanidade continue convivendo com estas flores daqui a 100 ou 200 anos. O pesquisador Hugh Pritchard, um dos pais da ideia e cientista do Millenium Seed Bank Project do Reino Unido, explicou que o objetivo da iniciativa é construir uma rede de bancos de sementes ao redor do globo, para garantir a preservação - numa primeira etapa - de 250 espécies de orquídeas. Embora existam no mundo aproximadamente 35.000 espécies de orquídeas, um grupo de 250 foi identificado como de alto risco de extinção, por diferentes fatores. Um destes fatores é a extração em excesso de espécies das florestas para fins comerciais; outro são as mudanças climáticas, que devem acelerar o desaparecimento de muitas espécies nos próximos 40 anos. Fundamentalmente, o OSSSU prevê que os representantes de cada país coletem grandes quantidades de sementes de suas espécies nativas e as encaminhe para armazenamento, onde são mantidas a 20 graus abaixo de zero. As sementes servirão no futuro para projetos de reintrodução de espécies, restauração de hábitats e outros usos sustentáveis. Uma vantagem das orquídeas é que suas sementes são bem pequenas, e por isso podem ser armazenadas aos milhões em uma pequena câmara de refrigeração. No Equador a Universidade de Cuenca decidiu plantar 35.000 mudas das espécies mais valorizadas no comércio, das quais 10.000 serão vendidas a preços muito baixos com o objetivo de saturar o mercado. As outras 25.000 serão colocadas em árvores na beira de rios, em jardins botânicos e no próprio campus da universidade. A ideia é estimular o apreço pelas plantas e o apego à preservação, assim como favorecer o turismo. Nas Filipinas, há espécies nativas que servem de base para a criação de híbridos, que são reproduzidos às dezenas de milhões com fins comerciais, fazendo com que algumas destas variedades nativas tenham chegado à beira da extinção total.

Fonte: G1

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Princesinha do Café: Vassouras



-Cidade do estado do Rio de Janeiro, região sudeste do Brasil;
-Ela está a 116 Km de distancia da capital do estado, Rio de Janeiro;
-Em 1850 foi a maior produtora de café do mundo, daí seu título;
-Possui inúmeros casarões e fazendas do passado colonial que hoje são pontos turísticos;
-Pertence ao Vale do Café;
-A Vila de Vassouras foi criada em 1833 e elevada a cidade em 29/09/1857;
-É também conhecida como Cidade dos Barões ou Cidade das Palmeiras;
-Está a 434 metros acima do nível do mar;
-Possui área de 552,438 Km²;
-É a mais importante cidade do Vale do Paraíba;
-Está cercada por fazendas de café;
-Seu núcleo urbano foi tombado pelo IPHAN em 1957;
-Seu clima é tropical de altitude;
-Este município possui diversas cachoeiras, bosques, museus, trilhas e fazendas que pararam no tempo dos cafezais;
-O nome de Vassouras se deve a planta de nome Tupeiçava ou Vassourinha de Varrer, que aparece em grande quantidade pela região.

Fontes: Grande Enciclopédia Larousse Cultural, Nova Cultural; O Dia no Estado (24/07/2010); férias.tur.br.

Maria Celia Amorim

Sementes Voadoras: Cottony


-São sementes incorporadas em uma massa densa de algodão;
-Este “algodão” possui minúsculas sementes e que são espalhadas numa nuvem de penugem;
-Cada semente possui um tufo de cabelos sedosos;
-Cada ponto contem cerca de 1 milhão de sementes;
-Algumas dessas sementes ficam perto da planta mãe, outras são levadas pelo vento para longe;
-Como exemplos podemos citar as paineiras, salgueiros, choupos, salix, sumaúma entre tantas outras.

Fontes: Atlas de Botânica, J. M. Thomas Domenech, LIAL; waynesword.palomar.edu; coladaweb.com/biologia/botânica.

Maria Celia Amorim