sábado, 23 de abril de 2011

Plantas são clonadas como sementes pela primeira vez



Estudo publicado pela Science aponta pela primeira vez a clonagem de plantas como sementes. Esse é um marco para ciência, que poderá pesquisar mais profundamente sobre o poder das plantas a serem criadas por culturas híbridas. Simon Chan, um dos autores do estudo e professor de biologia vegetal da Universidade da Califórnia reconhece o bom aproveitamento das culturas híbridas. Ele afirmou que a maior parte das variedades de cultura existentes se deu através desse método, que pode reter características favoráveis de geração em geração e a eficácia dele só esbarra quando se trata da reprodução. Os híbridos podem perder as características deles no momento da reprodução, chegando a mudar de tamanho o fruto e perder resistência, o que acaba transformando os espécimes. O professor argumenta ainda que com o processo de clonagem é boa chance de produção de híbridos geneticamente idênticos aos clones em algumas culturas. Em outras, como as de árvores frutíferas, o processo de clonagem a partir das mudas não é possível. Outro processo curioso quando o assunto é clonagem é a apomixia. Pouco conhecida pela população, a apomixia se dá quando as plantas produzem sementes realmente clones de si mesmas, mesmo sem reprodução. Isso acontece sobretudo nas ervas daninhas. Na pesquisa que vem sendo feita sobre o assunto, a expectativa é concluir o novo método da “apomixia artificial”, que será quando plantas, como o alface e o tomate, consigam fecundar a si mesmas gerando sementes clonadas. Há uma diferença visível entre eles: na apomixia, os óvulos e espermatozóides são haplóides- ou seja, metade do número de cromossomos do pais, na clonagem entretanto o óvulo fertilizado e a planta adulta são diplóides, ou seja, um conjunto completo de cromossomos. Já o óvulo fertilizado e a planta adulta são diploides - ou seja, um conjunto completo de cromossomos. Os pesquisadores descrevem o resultado como um passo para a 'apoximia artificial'. Pedidos de patentes provisórias sobre o trabalho já foram solicitadas.

Fontes: EcoD; estadao.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.