quarta-feira, 6 de abril de 2011

Um animal que chama a atenção da medicina


Os Axolotles são da família das salamandras e parentes dos sapos e das rãs. Eles vivem nos lagos mais próximos da Cidade do México e seu tamanho varia de 15 a 45 cm - embora o comprimento mais comum seja o de 23. Eles não se desenvolvem na fase de larva. Possuem cabeças amplas e olhos sem pálpebras. Curiosamente, os machos são identificáveis apenas na época de reprodução pela presença de cloacas muito mais pronunciadas e de aspecto redondo. Esses animais possuem uma forma de regeneração capaz de restaurar partes do seu corpo que possivelmente foram amputadas, e isso está atraindo as atenções de vários centros de pesquisas biotecnológicas. Outros problemas que os Axolotles estão vivendo é que em certas regiões do México ele é apreciado como alimento – através de caldos e sopas - e também pela medicina naturista (como vitamínico). Seu nome provém da cultura asteca, que traduzido significa, mais ou menos, "monstro aquático". Para a mitologia deste povo, era uma espécie de evocação do deus Xolotl. Foto: Ambystoma mexicanum, nome científico dos Axolotles.

Fonte: Rede Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.