quinta-feira, 5 de maio de 2011

O maior artrópode terrestre do mundo




De nome científico Birgus latro, o Caranguejo-dos-coqueiros é o maior artrópode terrestre do mundo e vive nas ilhas tropicais dos oceanos Índico e Pacífico. No início de sua vida, ele esconde o seu abdômen mole em conchas abandonadas de moluscos, já na fase adulta. Como não dispõe de conchas de tamanho suficiente para o seu corpo, ele enrola o abdômen embaixo do cefalotórax e passa a viver no ambiente terrestre. Seus membros são achatados e assimétricos e ficam ao lado do abdômen. Ele respira através de uma estrutura forrada de tecido úmido, que absorve o oxigênio do ar. Na época da reprodução ele retorna ao mar para se hidratar e depositar seus ovos. Deles saem pequenas larvas nadadeiras que, depois de algumas metamorfoses, tornam-se pequenos caranguejos-ermitãos. A dieta desses animais consiste praticamente em coisas de origem orgânica. Frutas como o coco e o figo são as suas prediletas, mas folhas e ovos de tartarugas também lhe atraem. Esses caranguejos são conhecidos pela sua habilidade única, entre todos os outros animais, de cortar buracos em cocos – utilizando suas poderosas garras – para depois comer a polpa. Quanto ao seu tamanho, o maior registrado foi de 1 metro de comprimento e 17 quilos. Esse peso é o limite máximo para um artrópode terrestre. Em meio aquático, outros tamanhos maiores são possíveis. Normalmente ele não é venenoso, mas pode se tornar ao ingerir alguma planta tóxica. Nas ilhas do Pacífico, os Caranguejos-dos-coqueiros são consumidos como alimentos e considerados uma iguaria, pois seu sabor é parecido com o das lagostas. Existem vários pratos diferentes feitos dessa espécie. Também são vistos como animais de estimação. Os habitantes de Tóquio, por exemplo, os criam dentro de gaiolas.


Fonte: Rede Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.