terça-feira, 7 de junho de 2011

Favela









-Cnidoscolus phyllancatus;
-É uma Euforbiácea;
-É uma planta da caatinga nordestina especificamente nos estados da Bahia e Pernambuco, Brasil;
-No nordeste brasileiro esta planta espinhenta e extremamente resistente chamada “Favela” é muito comum;
-Folhas longas, grossas, lanceoladas, profundamente recortadas, com pequenos acúleos no limbo e espinhos nas nervuras
-É uma árvore que mede em torno de 3 a 5 metros de altura;
-É ornada de espinhos cáusticos que possuem látex;
-Suas flores são alvas, medindo em torno de 4 milímetros de diâmetro;
-Possui folhas grossas, longas, lanceoladas, profundamente recortadas, com pequenos acúleos no limbo e espinhos nas nervuras;
-A picada dos espinhos desta planta é muito dolorosa e provoca inflamação;
-As folhas maduras servem de forragem para os animais;
-Seus frutos são em formato globoso e recoberto por espinhos urticantes, que ao amadurecerem com a alta temperatura da região, abrem-se produzindo um estalo audível e as sementes são lançadas à distância;
-As sementes servem de alimentos para as galinhas, porcos e ovinos;
-Suas sementes também produzem óleo comestível e combustível;
-É uma planta xerófila por excelência, vegetando nos tabuleiros rasos e pedregosos dos sertões mais secos do Nordeste do Brasil;
-Em Canudos, na Bahia, muitos sertanejos se instalaram nos arredores do “Morro da Favela” batizado em homenagem a esta planta.
Fontes: esam.br; brasilturismocarioca.com.br; sapucahy.fot.br; oestadodoce.com.br.
Maria Celia Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.