sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Câmeras automáticas flagram raros leopardos-de-amur na Rússia

Câmeras automáticas instaladas em reservas no extremo leste da Rússia registraram um aumento na população dos raros leopardos-de-amur. De acordo com a organização WWF, restam menos de 50 animais desta espécie na natureza, o que a coloca a um passo de ser considerada extinta. Os pesquisadores filmaram 12 animais na região neste ano. Nos cinco anos anteriores, no máximo 9 animais foram flagrados. Para o WWF, isso demonstra que a população do felino está aumentando. O leopardo-de-amur já esteve presente, além do nordeste da Rússia, no norte da China e na Península da Coreia. No entanto, a destruição de seu habitat fez com que a espécie ficasse à beira de desaparecer. Estima-se que 80% da população do animal tenham desaparecido entre 1970 e 1983 na Rússia. A lenta recuperação vista ultimamente, de acordo com o WWF, se deve a uma melhor gestão das reservas na região. Uma nova área protegida chamada de "Terra dos Leopardos" estaria nos planos do governo russo.
Foto: Um dos leopardos-de-amur flagrados no extremo leste da Rússia. (Foto: WWF Rússia)
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.