quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Cientistas desvendam sequência completa do genoma do canguru

Um grupo multinacional de cientistas conseguiu desvendar a sequência completa do genoma do canguru. A espécie utilizada para o trabalho foi o wallaby-de-Tammar (Macropus eugenii). Os resultados da pesquisa foram publicados na revista científica Genome Biology. Com a pesquisa, os cientistas identificaram 1,5 mil genes que fazem o canguru poder detectar cheiros e compreenderam como o leite da fêmea protege o filhote contra bactérias nocivas como a Escherichia coli. O grupo também diz ter desvendado os genes responsáveis pelo pulo característico do animal. Para Marilyn Renfree, professor na Universidade de Melbourne, na Austrália, e um dos autores do estudo, conhecer os genes dos cangurus pode ser útil para desenvolver novos tratamentos para doenças em humanos. Os cientistas acreditam que a sequência do DNA do canguru possa ser um "fóssil" das espécies mamíferas antigas. Os ancestrais dos marsupiais teriam se separado na cadeia evolutiva de outros mamíferos há 130 milhões de anos. O sequenciamento do genoma do canguru também foi acompanhado por um registro sobre quais genes são ativados ou não em diferentes fases da vida do wallaby-de-Tammar. Esse estudo complementar irá permitir saber as semelhanças e diferenças entre os DNAs de humanos e cangurus. É a terceira vez que um marsupial tem o genoma desvendado em todo o mundo. Antes do wallaby-de-Tammar, o diabo-da-Tasmânia, outra espécie típica da Austrália, também foi estudado. As fêmeas da espécie wallaby-de-Tammar ficam grávidas durante 12 meses. Ao nascer, o animal pesa apenas meia grama e fica mais nove meses na bolsa da mãe para se proteger.
Foto: O genoma do wallaby-de-Tammar foi sequenciado por equipe internacional. (Foto: Geoffrey Shaw)
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.