sábado, 27 de agosto de 2011

Quelônio Brasileiro Típico da Ilha de Marajó: Muçuã

-Kinosternon scorpioides;
-Também conhecida como jurará;
-Pertencem a família dos Quinosternídeos;
-São de pequeno porte, medindo em média 25 centímetros de comprimento;
-Pesam até 500 gramas;
-Seu casco é pardo, escuro e oval;
-Sua carapaça possui três carenas longitudinais;
-Possui as pernas altas;
-Também possui um bico,que se assemelha aos papagaios;
-A acuda possui uma espécie de unha no final;
-O rabo das fêmeas tende a ser maior que o dos machos;
-É um réptil de água doce;
-São onívoras e alimentam de peixes, crustáceos, moluscos e também comem algas, frutos que caem na água e sementes;
-Tem um comportamento agressivo quando incomodada;
-Tem como habitat os campos alagados e lagoas;
-É muito usado em larga escala na alimentação do homem;
-É típico e tradicional de Belém, no estado do Pará, servirem as casquinhas de muçuã que é um mexido da carne desse animal, na própria carapaça;
-O muçuã é apanhado aos milhares na ilha de Marajó e muito vendido no mercado de Belém;
-Atualmente a caça da muçuã está proibida pelo IBAMA;
-A espécie, se não for protegida, dentro em pouco estará ameaçada de extinção.
Fontes: Atlas da Fauna Brasileira, MA/IBDF-MEC/FENAME, Edições Melhoramentos; Grande Enciclopédia Larousse Cultural, Nova Cultural; vivaterra.org.br; rj.gov.br; tartarugasdaamzonia.org.br; icmbio.gov.br.
Maria Celia Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.