segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Lagarta Wooly Bearess ajuda a meteorologia

Este animal faz parte de uma das mais incríveis mutações que podemos encontrar na natureza. De nome científico Pyrrharctia Isabella, ele é popularmente conhecido como lagarta Wooly Bearess. De longas e grossas cerdas, ela pode ser encontrada em diversos lugares da América do Norte. Na fase larval, sua cor é preto nas laterais e vermelho acobreado no meio, já adulta, como mariposa, ela é amarelo com pintas pretas. Durante o outono ela emerge do ovo e vive em forma de lagarta ao longo do inverno. Não apresenta nenhum risco ao ser humano, pois não possui veneno. Mas caso você tenha a pele sensível, ao encostar-se no animal pode adquirir uma leve irritação. Além disso, ele irá se fingir de morto para tentar escapar posteriormente. Uma curiosidade sobre esta lagarta é a sua capacidade de se automedicar. Normalmente elas se alimentam de plantas e podem consumir uma substância capaz de combater a mosca parasita que ficam em seu abdômen. Este é o primeiro caso de automedicação registrado entre os insetos. Uma lenda existente nos Estados Unidos e no Canadá afirma que através das cores presentes nas cerdas da lagarta Wooly Bearess é possível saber se o próximo inverno será rigoroso ou não. Segundo eles, se a listra vermelha acobreada do centro do animal estiver mais grossa, o inverno será mais leve, agora, caso ela esteja mais fina, retirem os casacos do armário porque aí vem o frio. Anualmente, na estação do outono, há um festival em Ohio chamado Woollybear. Este evento que teve início em 1973 promove um concurso de fantasias em que as crianças se vestem de várias maneiras com as cores desta lagarta.
Fonte: Rede Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.