sexta-feira, 23 de setembro de 2011

O crustáceo boxeador

Muitos irão confundir este animal com um louva-a-deus. Porém, apesar da semelhança física, ele não é um inseto, mas um crustáceo pertencente à ordem Stomatopoda. A Tamaratuca vive nos fundos lodosos ou arenosos dos oceanos Indo-Pacífico. Seu tamanho pode variar de poucos milímetros a até 40 centímetros e sua alimentação se baseia de caranguejos, camarões, peixes, moluscos e até animais da sua própria ordem.As fêmeas costumam depositar seus ovos no mesmo local onde vive. Caso sinta algum sinal de perigo, ela os enrola como uma bola prendendo-os junto ao seu corpo até encontrar um abrigo seguro.Esses animais chamam bastante atenção dos cientistas devido à sua excelente visão. Cada olho seu é dividido em três regiões que permite que o crustáceo veja objetos com três diferentes partes do mesmo olho. Além disso, eles são especializados para ver raios ultravioletas e infravermelhos. Chamado também de lagosta-boxeadora, sua maneira de se defender é um tanto quanto agressiva. Pode não parecer, mas a Tamaratuca é dona de um dos mais rápidos e violentos golpes do reino animal. Com um soco que pode ter a aceleração de um tiro calibre 22 e uma força de impacto de 60kg/cm², ela é capaz de quebrar a carapaça de um caranguejo, as conchas de um gastrópodes ou até um rígido vidro de um aquário.
Fonte: Rede Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.