domingo, 2 de outubro de 2011

Mico Brasileiro Redescoberto na Década de 70: Mico-Leão-Preto








-Leontopithecus chrysopygus;
-Vivem na Floresta Atlântica;
-Aparecem dentro do estado de São Paulo, região sudeste do Brasil, endêmico da região;
-São cobertos por densa pelagem negra, sendo que apenas a parte inferior do seu corpo é diferente, possuindo um marrom esverdeado;
-Sua face não possui pêlos, assim como as mãos e os pés, que possuem um tom cinza escuro;
-Seus membros superiores são maiores que os inferiores;
-Sua cauda não é preênsil;
-Todos os dedos possuem unhas em forma de foice, que são usadas para agarrarem-se nas arvóres, exceto o maior dedo que possui uma unha reta;
-São animais de pequeno porte, medindo entre 20 cm a 33,5 cm;
-Sua cauda mede cerca de 31,5 cm a 40 cm;
-Pesam entre 300 e 700 gramas;
-Raramente vai ao chão, vivendo de 3 a 12 metros do solo;
-São sociáveis;
-São animais diurnos;
-São frugívoros e insetívoros;
-Chegou a ser considerado extinto por mais de 50 anos e foi redescoberto em 1971;
-Hoje existem cerca de 1.000 desta espécie numa área de conservação do estado de São Paulo, no Pontal do Paranapanema;
-São animais ameaçados de extinção;
-Esta espécie é uma das mais raras e ameaçadas.
Fontes: Atlas da Fauna Brasileira, MA/IBDF-MEC/FENAME, Edições Melhoramentos; fiocruz.br; vivaterra.org.br; fapesp.br; sp.gov.br; saudeanimal.com.br; ambientebrasil.com.br; ipe.org.br.
Maria Celia Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.