terça-feira, 18 de outubro de 2011

Mudança climática causa encolhimento de espécies


As mudanças climáticas vêm acompanhadas de uma série de efeitos bastante divulgados, como o degelo do Ártico, o aumento das temperaturas ou o desequilíbrio das espécies. Em sua maioria, esses sintomas são causados pelos humanos e os animais sofrem diretamente com nossas ações. Após avaliar de quais formas a fauna está sendo afetada, cientistas americanos divulgaram um estudo na edição virtual da publicação "The American Naturalist" e demonstraram que a conseqüência imediata das altas temperaturas é o encolhimento das espécies marinhas. O assunto não é pioneiro e a relação entre os dois fenômenos já era conhecida, porém, desta vez, os cientistas detalharam que esta redução afeta apenas aqueles animais que dependem de outras fontes de aquecimento, como a luz do sol, para manterem a temperatura do corpo. No grupo, estão incluídos insetos, crustáceos, peixes, anfíbios e répteis. Para basear o estudo, foram observadas 34 espécies de crustáceos copépodes, que compõem o plâncton oceânico e constituem a base da cadeia alimentar de peixes herbívoros. De acordo com o pesquisador Jack Forster, da Universidade de Londres, as amostras diminuíram cerca de 2,5% para cada um grau Celsius acima da temperatura considerada normal. A partir de então é iniciado o desequilíbrio na estrutura alimentar, uma vez que os peixes teriam que comer outras espécies e, com crias menores, seus predadores passariam mais tempo em busca de alimento, tendo que ser consumido em quantidades maiores. O estudo finaliza afirmando que a codependência entre os peixes e crustáceos seria alterada e a adaptação levaria algum tempo.
Foto: Tom Kanazawa
Fonte: EcoD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.