sábado, 15 de outubro de 2011

O raro e frágil esquilo-vermelho

O esquilo-vermelho é um mamífero pequeno, cujo tamanho do corpo varia entre 18 cm e 24 cm, com a cauda entre 15 cm e 20 cm e um peso de 400 gramas, aproximadamente. O animal pertence à mesma espécie dos esquilos comuns, também conhecidos como esquilos cinzentos. Apesar de não ser tão conhecido como o cinzento, o esquilo-vermelho já habitou vários locais que hoje é o habitat do seu “rival”. Em Portugal, por exemplo, o esquilo vermelho desapareceu no século XVI, porém com animais trazidos da Espanha no século XIX, ele voltou a figurar no país. Na Itália e na Grã Bretanha ele foi fortemente atacado por esquilos cinzentos e hoje, o animal é protegido por ambientalistas.O esquilo-cinzento, também conhecido como esquilo americano, leva vantagem na competição com o vermelho pois ele consegue digerir facilmente frutas, além de conseguir se reproduzir com facilidade. A memória espacial dele também é maior, ou seja, sabe onde se esconder dos predadores e onde procurar comida. Por fim, o esquilo-cinzento é portador de uma doença causada por um parapoxvírus, que algumas vezes acaba matando o esquilo-vermelho no convívio entre eles. O esquilo-vermelho é tímido e possui a coloração da pele que varia de acordo com a estação do ano. No período de inverno é comum o tom avermelhado se tornar castanho. O animal alimenta-se de vegetais, principalmente de sementes. Cogumelos, fungos e ovos de aves também podem se tornar alimento para este animal. Fonte: Rede Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.