segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Sapo-parteiro: o carregador de ovos

Sapos-parteiro é um género de rãs da família Discoglossidae que podem ser encontradas na maior parte da Europa e noroeste de África. Os cuidados parentais deste gênero é peculiar: os machos carregam um fio de ovos fertilizados nas suas costas, por isso o nome "parteiro". Eles têm cerca de cinco centímetros de comprimento (as fêmeas são pouco maiores) e pés parcialmente palmados (seus dedos são unidos por uma membrana). De hábitos noturnos, eles costumam sair apenas à noite do esconderijo onde se abrigam para procurar vermes, centopeias, moscas, aranhas, moluscos e insetos como alimento. O retorno para a “casa” acontece um pouco antes do amanhecer. A cabeça do sapo-parteiro é grande em relação ao corpo. Os olhos são volumosos e cinzas como a cor do se dorso e apresentam algumas verrugas alaranajadas ao passo que o ventre tem um tom amarelo-claro ou esbranquiçado. Na reprodução, a fêmea expele uma fila de ovos, que o macho fertiliza externamente. Ele os enrola em volta das suas pernas para protegê-los de predadores na água. Este período dura de 20 a 28 dias e quando os ovos estão prestes a eclodir, o macho nada até águas rasas, permitindo que os girinos nasçam, saltando dos ovos.
Fonte: Rede Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.