sábado, 26 de novembro de 2011

Crânio de 126 mil anos tem primeiro registro de violência entre humanos


Cientistas descobriram indícios do que pode ser o mais antigo registro de violência entre seres humanos em um crânio de 126 mil anos encontrado na China. O anúncio foi feito na revista da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, a PNAS. O pedaço de osso apresenta uma lesão parecida com a que ocorre quando a cabeça recebe uma pancada forte com um objeto pesado. Não é possível saber se o ferimento foi um acidente ou intencional, mas, segundo os pesquisadores, há uma boa chance de que tenha sido mesmo causado por outro humano. A lesão de 14 mm mostra a depressão de um pedaço do crânio e a cicatrização que ocorreu a seguir. Isso indica que a vítima sobreviveu ao ataque. De acordo com os cientistas, ela teria precisado de apoio e cuidados de outros humanos para poder se recuperar de um ferimento como esse.
Foto: Detalhe do pedaço amassado do crânio de 126 mil anos (Foto: University of the Witwatersrand)
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.