quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Estudo afirma que Carnotaurus era mais rápido e mortífero que se imaginava


O dinossauro carnívoro conhecido como Carnotaurus, que habitava a América do Sul, era uma espécie muito mais mortífera do que se acreditava, segundo as últimas pesquisas de um cientista da Universidade de Alberta, no Canadá. O Carnotaurus era um predador de sete metros de comprimento com uma cauda grande e musculosa que, segundo o estudante de pós-graduação Scott Persons, o transformou em um dos caçadores mais rápidos de seu tempo. Um exame detalhado dos ossos da cauda do Carnotaurus mostrou que seu músculo caudofemoralis possuía um tendão que se unia aos ossos da coxa. A flexão deste esquema muscular das pernas para trás conferia ao Carnotaurus mais potência e velocidade em cada passo. Em uma pesquisa anterior, Persons encontrou uma flexão similar à da cauda nos músculos da cabeça, como o emblemático predador Tyrannosaurus rex. Até esta descoberta, os pesquisadores pensavam que a cauda do T-rex era simplesmente um contrapeso à sua cabeça. O exame que Persons realizou com a cauda do Carnotaurus mostra que ao longo dela havia ossos similares a pares de costelas que se entrelaçavam em linha. Com o auxílio de computadores 3D, o estudante de pós-graduação descobriu que essas costelas eram o apoio de um grande músculo caudofemoralis. Contudo, Persons adverte que a força e a rapidez do Carnotaurus se manifestavam em linha reta, já que a estrutura dos ossos gerava muita rigidez, dificultando fazer giros com velocidade. Esta espécie de dinossauro possuía o maior músculo caudofemoralis de todos os animais conhecidos, vivos ou extintos.
Foto: Pedro Motta/AE; Réplica do dinossauro Carnotaurus revela como seu corpo era bem estruturado
Fonte: estadao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.