quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Fóssil de roedor encontrado no Peru é o mais antigo da América do Sul


Uma equipe de pesquisadores descobriu no Peru os mais velhos fósseis de roedores já encontrados na América do Sul. O material foi encontrado na beira do Rio Ucayali, perto de Contamana, quase na fronteira com os estados brasileiros do Acre e do Amazonas. Os fósseis são de roedores da subordem Caviomorpha, que hoje incluem desde os porquinhos-da-índia até as capivaras. Esses animais viveram há pelo menos 41 milhões de anos. Os roedores mais antigos do continente até então datavam de 32 milhões de anos atrás e tinham sido encontrados na região central do Chile. Para pesquisador Darin Croft, da Universidade Case Western Reserve, dos EUA, isso mostra que a história dos roedores na América do Sul realmente é mais antiga do que se pensava. O paleontólogo diz ainda que os fósseis encontrados mostram semelhanças com os roedores africanos, confirmando a hipótese de que os roedores daqui vieram de lá. A análise da estrutura dentária dos animais revela que ele se alimentava de pequenas plantas, como os roedores modernos. Pólen extraído da lama fossilizada sugere que os animais viviam numa floresta tropical muito parecida com a Amazônia atual. “O estudo mostra que o lugar onde procuramos por fósseis tem grande efeito no que achamos que sabemos sobre a evolução dos mamíferos”, afirma Croft. Historicamente, a área da América do Sul que recebeu mais pesquisas do tipo foi a Patagônia argentina. “Ainda há muitos ótimos fósseis a serem descobertos”, acredita o paleontólogo. No entanto, ele duvida que futuras descobertas sejam muito mais velhas que esta e acha que a data pode mudar em um milhão ou dois milhões de anos.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.