segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Cidade da Dinamarca alcança quase 100% de autossuficiência em energia renovável


Em meio à discussão sobre os danos que os combustíveis fósseis causam ao planeta, a cidade de Thisted, na Dinamarca, mostrou que é possível atender a demanda energética, através de fontes de energia local e sustentável. Ela tornou-se quase 100% autossuficiente em energia renovável, ao optar por fontes alternativas como eólica, geotérmica e solar. A substituição do abastecimento na cidade começou na década de 1980, e atualmente o município utiliza apenas 1% de combustíveis fósseis na produção de energia e calor. A eletricidade produzida já chega a 270 milhões de kWh, que equivale a mais de 100% dos previstos por fontes de energia renováveis, o que consequetemente reduz em 90 mil toneladas a emissão de CO2 na atmosfera. Essa quantidade de eletricidade produzida é tão grande em Thisted, que ela é capaz de vender todo o excedente de volta para a grande central, e seus lucros são repassados para os setores de saúde e educação. Thisted conseguiu chegar a esse nível graças à participação ativa dos cidadãos, organizações populares e empresas da localidade. Como afirmou Torben Juul, diretor técnico do Município de Thisted, para a Agência Europeia de Meio Ambiente. "Nós usamos nossos cidadãos ativamente, usamos nossas empresas locais e usamos o desenvolvimento tecnológico que existe no campo”. A criação de associações como a Energiske Thyboer é uma das estratégias de desenvolvimento de parcerias entre população e fazendeiros. O objetivo é encorajar a construção de usinas de biogás e promover debates que envolvam novas soluções no campo da energia. A cidade recebeu o prêmio de Energias Renováveis do Ministério da Energia da Dinamarca e o renomado prêmio Solar Europeu de 2007, além de ter sido nomeada para ser a sede de um centro nacional de teste para turbinas eólicas de grande porte. Com 20 anos de acúmulo de experiências na área de fontes renováveis de energia, Thisted pretende se tornar a cidade pioneira na neutralização de carbono. Até 2025, o município se comprometeu em reduzir as emissões em 3% ao ano, segundo a Agência Europeia de Meio Ambiente. Através do desenvolvimento de energia sustentável, a cidade almeja cuidar do meio ambiente e gerar mais empregos para a população.
Fonte: EcoD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.