quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Piracema - um lindo fenômeno


A piracema é um fenômeno em que cardumes de peixes nadam rio acima até a nascente para fazer a desova. Este período no Brasil ocorre de novembro até o início de março e coincide com o período das chuvas de verão. Segundo especialistas, os peixes percebem o aumento da temperatura e do nível da água em até 5 metros. Quando isto ocorre, eles sabem que é hora de nadar contra a correnteza. Durante o período, eles queimam calorias por realizarem bastante esforço e isto estimula a produção de hormônios para o amadurecimento dos órgãos sexuais. A duração da viagem varia bastante. Peixes como as piavas não nadam mais do que 3 Km por dia, mas há registros de curimbatás que chegaram a nadar 43 Km de rio em apenas 24 horas. Para todos, porém, a jornada é cheia de obstáculos. Além de superar pedradores, cachoeiras, estes animais precisam também vencer a pesca predatória. Por este motivo, em vários estados brasileiros como no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, tanto nas regiões do Pantanal, como nas regiões do Rio Paraná e seus afluentes, que abrigam vários estados como São Paulo, Paraná e Santa Catarina, a pesca fica proibida. A medida é tomada pelo Ministério da Pesca e Agricultura e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (são os responsáveis pela fiscalização das águas). A pesca somente é permitida quando for desembarcada, em barrancos, na orla dos rios. Mesmo assim, regras devem ser seguidas. Quem não respeitar a piracema pode pagar caro. A polícia ambiental poderá retirar os equipamentos usados nas pesca e aplicar multas que variam de R$ 700 a R$ 20 mil, por cada quilo de peixe pescado. Com este peso no bolso, é melhor que a natureza seja respeitada.
Fonte: Rede Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.