domingo, 29 de janeiro de 2012

Estudo mostra que casais de pássaros cantam em duetos

Ouvir um pássaro cantar é algo comum na natureza. Porém, uma espécie que vive na região dos Andes vai além: os casais cantam juntos a mesma canção, cada um com a sua parte definida, como num autêntico dueto. Um estudo publicado na revista Science descreve o processo. Os pesquisadores mediram a atividade cerebral das aves enquanto elas cantavam. Eles perceberam que os pássaros conhecem a canção inteira, não apenas a sua parte e as deixas. “A principal descoberta é que o cérebro tem uma memória. Eles sabem o que querem fazer juntos”, explica Eric Fortune, da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, EUA. A pesquisa foi feita no Equador, com participação com a Universidade Católica de Quito. O pássaro usado é o Pheugopedius euophrys, que não existe no Brasil nem tem nome em português. Seus parentes mais próximos que vivem em nosso território são a corruíra e a cambaxirra. As fêmeas conhecem a música melhor do que os machos e até ajudam a corrigir os erros que eles cometem, o que leva os cientistas a uma hipótese. “Acreditamos que seja uma forma de testar o desempenho dos machos”, diz Fortune. “Ela desafia a memória dele, quer saber que ele está pensando nela. É como uma mulher que quer que o namorado se lembre do aniversário de namoro”, compara. De forma geral, a música é usada pelos pássaros na natureza como uma forma de defender seu território. Essa espécie ainda não foi estudada a fundo, e não se conhecem todos os seus hábitos. Não se sabe com certeza se eles são monógamos, mas é fato que eles vivem juntos por muito tempo, criam ninhos e os defendem em conjunto. Os duetos não são necessariamente resultado de uma longa vida a dois. “Uma vez, pegamos dois que não eram um par. Dentro de uma hora, estavam cantando. Achávamos que seria muito difícil”, conta Fortune. Os pesquisadores ainda não conseguiram entender como os pássaros aprendem a canção.
Foto: Macho da espécie 'Pheugopedius euophrys' (Foto: Eric Fortune e Melissa Coleman/Cortesia)
Fontes: G1; Último Segundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.