quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Garoupa muda de sexo após nove anos de idade

As garoupas são peixes muito apreciados na culinária, devido a sua carne branca. Têm grande importância para a pesca e algumas espécies são inclusivamente criadas em instalações apropriadas, em zonas costeiras. É uma das famílias de peixes com maior variedade de espécies em nosso litoral. Em geral possuem corpo robusto com a cabeça larga e grande, ventre geralmente protuberante e cauda arredondada. A coloração varia em tons pardos, mais escuros no dorso, com manchas espalhadas pelo corpo em alguns indivíduos. São habitantes dos oceanos tropicais, subtropicais e temperados, vivendo geralmente em fundos coralinos ou rochosos, onde têm o hábito de se esconderem. São considerados predadores - a maior parte tem uma boca grande e dentes aguçados, por vezes, mesmo no céu-da-boca. Algumas espécies atingem tamanhos enormes - até 2,40 metros e mais de 300 Kg de peso. Muitas têm cores brilhantes e padrões de coloração muito especiais. garoupa verdadeira, Epinephelus marginatus, esta amplamente distribuída no oceano Atlantico. O peixe é conhecido por estar presente na nota de 100 reais. Uma de suas maiores curiosidades é o hermafroditismo apresentado. Os peixes nascem fêmeas e após anos tornam-se machos. Acredita-se que esta inversão ocorra entre os 9 e 16 anos de vida, com indivíduos pesando mais de 9 quilos. O tamanho da primeira maturação fica entre 35 e 60 centímetros de acordo com estudos realizados para a espécie na região de Santa Catarina.
Fonte: Rede Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.