segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Mudança climática pode beneficiar albatroz por aumentos de ventos

As mudanças climáticas estão beneficiando o albatroz-errante (Diomedea exulans) durante os voos que a espécie faz nas águas mais ao sul do planeta por causar o aumento do ventos, segundo um estudo feito por cientistas europeus e divulgado na revista "Science". O animal possui a maior envergadura entre todas as espécies de aves existentes atualmente e necessita do vento para poder se deslocar por grandes trechos de água em oceanos e mares. Para esses animais, o vento é até mais importante do que áreas para procriação e coleta de alimentos. Foram analisados 40 anos de dados sobre uma população de albatrozes nas ilhas Crozet, localizadas no sul do Oceano Índico. Por décadas, pesquisadores acompanharam o padrão de reprodução e de alimentação das aves, mas somente a partir de 1989 a equipe coordenada por Henri Weimerskirch começou a rastraer o movimento dos animais com transmissores por satélite. Os cientistas descobriram que uma alteração nos ventos da região -- provavelmente causada por mudanças climáticas -- tornaram a aves mais velozes. Essa rapidez diminuiu o tempo de viagem dos albatrozes e melhoraram as chances de reprodução da espécie. Os animais também ganharam mais massa no período. Mas os pesquisadores alertam que os benefícios trazidos pelas mudanças climáticas podem não continuar caso o aquecimento global permaneça. Uma das hipóteses é de que o vento se torne rápido demais para os animais ou mesmo que as correntes de ar sejas direcionadas mais em direção ao pólo sul, tornando a visita às ilhas Crozet menos vantajosa. Os albatrozes-errantes costumam se alimentar de peixes e lulas disponíveis na superfícies das águas no Oceano Índico. Segundo a União Internacional para Conservação da Natureza, esta espécie é considerada vulnerável já que apresentou recente queda no número de indivíduos nas ilhas Crozet e as vizinhas Kerguelen.

Foto 1: Cientistas colocam transmissor em albatroz nas Ilhas Crozet. (Foto: David Gremillet / Science / Divulgação)

Foto 2: Albatroz-errante está se reproduzindo mais por causa dos fortes ventos; Christophe Guinet

Foto 3: Aves gastam menos tempo procurando alimento; Paul Tixier/CNRS




Fontes: G1; Último Segundo; estadao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.