quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Camuflagem ajuda animais a enganar predadores

É preciso olhar com atenção e, mesmo assim, nem sempre é possível ver onde acaba a fauna e começa a flora. Para fugir de predadores, insetos e outros animais tomam as formas e cores do ambiente que os rodeia. A coleção de imagens da agência Caters mostra que o artifício de se esconder enganando os predadores é comum a seres vivos de todas as partes do planeta. Para muitos animais, a camuflagem é a forma mais segura de se proteger de seus predadores naturais. Embora o artifício seja comumente associado aos camaleões, insetos, peixes, sapos e até pássaros tratam de se misturar ao ambiente no qual vivem para passarem incólumes a olhares perigosos.

Foto 1: O crustáceo chamado ‘pulga de areia’ faz juz ao nome, ao passar quase desapercebido (Foto: Caters/BBC)

Foto 2: Conhecida como urutau-grande, a espécie 'Nyctibius grandis' passa sem chamar a atenção em uma foto feita no Brasil (Foto: Caters/BBC)

Foto 3: Esta espécie de mariposa, comum em zonas temperadas, se enconde em rochas com tom parecido ao seu (Foto: Caters/BBC)

Foto 4: A chamada ‘aranha-líquen’ se mistura a uma árvore, no Parque Nacional de Erawan, na Tailândia (Foto: Caters/BBC)

Foto 5: Os sapos flagrados no Parque Nacional Manu, no Peru, moldam-se à vegetação verde que os rodeia (Foto: Caters/BBC)

Foto 6: A cigarra flagrada na Reserva Nacional de San Cipriano, na Colômbia, mistura-se às folhas (Foto: Caters/BBC)

Foto 7: Esta espécie de peixe se mistura aos pedregulhos no fundo do mar (Foto: Caters/BBC)

Foto 8: A ‘lagartixa-satânica-cauda-de-folha’, natural de Madagascar, utiliza as folhas secas para não chamar atenção no Parque Nacional de Andasibe-Mantadia Caters





Fontes: G1; Último Segundo; estadao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.