domingo, 26 de fevereiro de 2012

Dingo: um cão selvagem carniceiro

O dingo é o único grande mamífero carnívoro encontrado na Oceania. Apesar disto não é considerado um cão nativo da Austrália. Estima-se que ele chegou ao continente a aproximadamente 4 mil anos. Nesta época, os europeus perceberam que muitas famílias utilizavam cães domésticos para ajudarem na caça de alimentos. Muitos acreditam que o dingo era um cão semidomesticado que ao chegar na Austrália, voltou a vida selvagem e acabou dizimando várias espécies menores de marsupiais, ovelhas e o tigre-da tasmânia. Em uma comparação dos dingos com os cães comuns, eles possuem um focinho maior, são mais carniceiros e possuem os caninos mais afiados. Além destas características, a morfologia do crânio do dingo é muito diferente da dos cães domésticos. Ele somente se reproduz uma vez por ano, pois a fêmea normalmente entre no cio uma vez ao ano. O dingo pode viver de 5 a 10 anos, possuem de 50 cm a 60 cm de altura e de 1,17 m a 1,54 m de comprimento. Seu peso varia entre 13 kg e 20 kg. Ele normalmente vive solitariamente ou apenas com a família. Sua coloração varia entre castanho, branco e preto.
Fonte: Rede Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.