sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Enxada é uma espécie que modifica cores e hábitos conforme a idade

Enxadas (Chaetodipterus faber ) vivem em águas costeiras, da superfície aos 40 m de profundidade, desde recifes de corais a mangues e rios costeiros. Os adultos formam cardumes e preferem as águas quentes, migrando para as mesmas nos meses frios. Os jovens são muito semelhantes a pedaços de folhas ou detritos, permanecendo próximos à superfície, de lado, especialmente em regiões estuarinas, mangues e na beira da praia. Alimentam-se de crustáceos, moluscos, esponjas, vermes, algas e mesmo grandes invertebrados do zooplâncton. A reprodução ocorre em águas abertas e durante o verão, em pequenos grupos de vários pares. Os ovos são pelágicos, eclodem em cerca de 24 horas e as larvas são impulsionadas pelo vento e correntes para perto da costa. Ali, os jovens com três meses já têm cerca de 8 cm e se desenvolvem com rapidez. Comuns, gostam também de naufrágios e toleram grande variedade de teores de salinidade e turbidez da água. Os filhotes são escuros, alguns totalmente pretos, mas com algumas manchinhas brancas. Os intermediários apresentam faixas escuras verticais indefinidas, que ficam mais evidentes com a idade. Grandes adultos podem ser de cor geral cinza-prateada. Atinge até 90 cm, 9 kg e ocorre no Atlântico Ocidental, de Massachusetts (EUA) ao Rio Grande do Sul, sendo o único representante da família Ephippidae na região.
Fonte: Rede Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.