sábado, 18 de fevereiro de 2012

Índia transfere vila para salvar tigres

Toda uma vila foi realocada na Índia para ajudar a proteger tigres, informaram autoridades locais. Mais de 350 pessoas de 82 famílias da pequena cidade de Umri, na reserva de tigres de Sariska, no Estado de Rajastão (norte da Índia) foram transferidas na semana passada para outros locais. O número de tigres em Sariska chegou a zero antes de subir novamente para cinco nos últimos três anos. Em 2002, eram 16. Nas últimas décadas as populações de tigres vinham diminuindo. Uma contagem feita em 2011 estimou que 1,7 mil animais viviam na natureza, um leve aumento em relação a 2007, quando eram 1,4 mil. A estimativa, há um século, era de que 100 mil tigres vivessem no país. Umri é a segunda vila em Sariska a ser transferida em esforços para assegurar um habitat para que os tigres consigam aumentar sua população. Há 11 vilas com uma população de cerca de 2,5 mil pessoas localizadas no coração da reserva de tigres que precisam ser transferidas, segundo o governo local. A transferência de outros quatro agrupamentos deve ocorrer nos próximos quatro anos. A maioria dessas pessoas trabalha em atividades pastorais. "É um processo longo porque os moradores devem concordar em se mudar, não podemos forçá-los, mas apenas convencê-los", disse o porta-voz do governo local Somasekhar. A indenização que eles recebem em terras, dinheiro e animais, equivale a 1 milhão de rúpias, ou R$ 34 mil. Os que aceitam mudar são transferidos para terras cultiváveis próximas de suas propriedades originais.
Foto: Getty Images; A Índia tenta aumentar o número de sua população de tigres
Fonte: Último Segundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.