terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Nuvem gigante de poeira do Saara causa transtornos na África Ocidental


Uma nuvem de pó do deserto do Saara com milhares de quilômetros de extensão ofuscou o sol e impediu voos em todo o oeste da África, na pior tempestade de areia a atingir a região em dois anos. Uma imagem por satélite da Nasa mostrou uma coluna marrom-amarelada do norte do Saara ocidental até o Mali. Moradores da capital da Mauritânia, Nuakchott, cobriram os rostos com véus ou ficaram dentro de casa enquanto os motoristas ligavam os faróis no meio do dia para enxergar através da névoa. A tempestade, que começou em 6 de fevereiro, deixou camadas grossas de poeira nas calçadas e nas vitrines das lojas. "Eu estou comendo areia nos últimos dois dias", disse Lea Polony, uma empresária em Nuakchott. "Os locais aonde vou trabalhar foram abandonados por funcionários e clientes". No vizinho Senegal, o aeroporto Leopold Sedar Senghor cancelou mais de uma dezena de voos na terça-feira, depois que partículas de pó obscureceram o sol e reduziram a visibilidade para menos de 400 metros. Um meteorologista disse que a poeira vinha na maior parte do noroeste do Saara, provocada pelo chamado Harmattan, um vento sazonal que ocorre durante o inverno no hemisfério norte. "Esse é um fenômeno anual durante o Harmattan, mas a última vez que vimos uma nuvem de poeira como esta foi em 2010", disse Mamina Kamara, da Agência de Meteorologia do Senegal. "Esperamos que comece a levantar amanhã". O Ministério do Meio Ambiente do Senegal disse na quarta-feira que a qualidade do ar continuava "ruim" em Dacar - um aglomerado urbano de 4 milhões de pessoas -, o que representa um risco para a saúde.
Foto: Imagem da Nasa mostra a nuvem de poeira (Foto: NASA , cortesia de Jeff Schmaltz)
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.