terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Prejereba: um peixe que se camufla para ser confundido com folhas

A Prejereba, Lobotes surinamensis, é o único representante brasileiro da pequena família Lobotidae e é chamada também de Cará-do-Mar, Chancarrona, Dorminhoco, Gereba, Peixe-Folha e Peixe-Sono. Seu nome mais comum provavelmente origina-se do Tupi, uma aglutinação de Pirá (peixe) e y’ereba (volver-se), já que é capaz de fazer curvas com facilidade, quase tocando a cauda com a cabeça. As escamas, especialmente dos peixes maiores, são grandes e duras, chegando a desviar arpões e bicheiros. A cor geral varia muito, desde quase preto a marrom, mosqueado ou não de verde, amarelo e preto; peixes amarelos ou de cor geral avermelhada não são incomuns. Os jovens costumam ser mais manchados que os adultos para serem confundidos com folhas de mangues. Pode alcançar 1 metro de comprimento com exemplares chegando a 20 kg.Gosta de viver na superfície, desde mangues e estuários ao mar aberto, junto de caixas e cordas, algas e tábuas, galhos e folhas; também pode ser encontrada em naufrágios e fundos rochosos. Os jovens, com até 15 cm, são muito comuns em águas rasas e parece uma folha, flutuando de lado na superfície. Carnívoras, comem peixes, crustáceos, moluscos e outros invertebrados. Já observei, no mar aberto, até12 Prejerebas grandes sob um emaranhado de vegetação flutuante. E, não importava para onde eu olhasse, ou de onde viesse, estavam todas sempre a me encarar de frente, imóveis, na certeza de que sua cor e jeitão as protegia. Vive em todos os mares tropicais e subtropicais, no Atlântico Ocidental da Nova Inglaterra, nos EUA, até a Argentina.
Fonte: Rede Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.