segunda-feira, 26 de março de 2012

Falsas baleias assassinas localizam presa com sensor acústico

O grupo odontocetes, formado por falsas baleias assassinas e golfinhos, consegue localizar presas com precisão através de um sistema de sensor acústico. Ele é composto por estruturas nasais localizadas na frente da cabeça e por lentes acústicas, capazes de transmitir feixes sonoros. A descoberta foi feita por cientistas da Universidade de Havaí, nos Estados Unidos, e publicada na edição de abril do periódico científico "Journal of Experimental Biology". Para realizar as pesquisas, os cientistas contaram com a ajuda de Kina, uma falsa baleia assassina que vive em um reservatório do Programa de Pesquisa de Mamíferos Marinhos da Universidade do Havaí. O animal foi treinado para reagir quando identificasse um cilindro de tamanho fixo. Ao identificar o objeto, a falsa baleia assassina tocava um botão e ganhava um peixe de recompensa. Já quando cilindros de tamanhos diferentes eram colocados no tanque de Kina, o animal ficava parado até receber alimento dos treinadores. A alta incidência de respostas corretas levaram os cientistas a concluir que Kina é capaz de identificar objetos através do sistema de localização acústica. Além de apresentar cilindros de tamanhos diferentes para Kina, os pesquisadores posicionaram os objetos em distâncias diferentes para testar a capacidade de reconhecimento acústico do mamífero. O resultado verificado é que a falsa baleia assassina conseguiu se adaptar aos desafios mais difíceis, melhorando a agilidade para resolver os problemas apresentados pelos cientistas. "Esta é a primeira vez que alguém cria um mecanismo para demonstrar que existem diferentes feixes sonoros para presas localizadas em áreas diferentes", explicou Laura Kloepper em material de divulgação.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.