quinta-feira, 19 de abril de 2012

Animais aquáticos em risco de extinção


Foto 1: A iguana-marinha é o único lagarto com hábitos marinhos. Ela pode ser encontrada nas ilhas Galápagos e alimenta-se principalmente de algas marinhas

Foto 2: O Peixe Napoleão vive nos oceanos Pacífico e Índico. O animal pode atingir até 2,30 metros de comprimento e 190 kg. É muito valioso em várias culturas ocidentais.

Foto 3: O Peixe Esturjão-Persa vive no Mar Cáspio e pode atingir 2,30 metros de comprimento e 70 kg. A pesca indiscriminada do animal colocou-o em risco de extinção.

Foto 4: O habitat do Tubarão Baleia são os mares temperados. Ele alimenta-se principalmente de zooplâncton.

Foto 5: O habitat do Cavalo Marinho Pigmeu é o Mar das Caraíbas, também conhecido como Mar das Antilhas. O animal utiliza-se principalmente da camuflagem para proteger-se dos predadores.

Foto 6: O Peixe-boi é um mamífero aquático que pode chegar a 800 kg. A baixa taxa metabólica do animal faz com que ele não seja resistente ao frio e não sobreviva em temperaturas menores do que 15°C.

Foto 7: A Tartaruga Gigante pode ser encontrada nos litorais brasileiros e em várias localidades do mundo. A caça predatória e a baixa natalidade têm colaborado para a extinção da espécie.

Foto 8: A Baleia Azul é uma das quatro espécies que estão em risco de extinção. Além dela estão a Baleia Cinza, a Franca do Norte e a Bowhead.

Foto 9: O Tubarão Branco pode chegar a ter oito metros de comprimento. Apesar do animal ser um predador extremamente feroz, a caça predatória o colocou sob risco de extinção.

Foto 10: O Golfinho de Maui pode ser encontrado nas ilhas do norte da Nova Zelândia e, devido à intensa atividade pesqueira no local, hoje existem apenas 100 indivíduos da espécie no planeta Terra.


Fonte: MSNVERDE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.