segunda-feira, 9 de abril de 2012

Maria-nagô: o peixe que aumenta o número de faixas conforme a idade

Este simpático peixe, de nome científico Pareques acuminatus, é da família Sciaenidae, a mesma das Corvinas e Pescadas, mas vive junto de recifes e costões, entre um e 30 metros de profundidade.É bastante comum e prefere passar o dia escondido em grutas e sobre lajes, saindo para comer pequenos invertebrados de fundo e zooplâncton no fim de tarde e durante a noite. Costuma formar pequenos grupos de 3 a 5 exemplares, raramente solitário. Os filhotes apresentam algumas nadadeiras bastante alongadas, que ficam bem mais curtas nos adultos. A própria cor é mais brilhante e definida nos pequenos, como se vê pelas fotos, e por isso mesmo são muito apreciados pelos aquaristas.A quantidade de listras no animal aumenta em número e na espessura, conforme o peixe vai se tornando mais velho. O padrão listrado em preto e branco, também está presente nas nadadeiras. A primeira nadadeira dorsal é elevada e comprida. Medidas máximas: 23,0 cm de comprimento. O peixe pode chegar até 23 cm e vive no Atlântico Ocidental da Carolina do Norte (EUA) a Santa Catarina e a reprodução acontece nos meses mais quentes do ano.
Fonte: Rede Ambiente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.