quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Abraço sela reencontro 'emocionante' de irmãos gorilas separados por dois anos

Dois irmãos gorilas protagonizaram cenas emocionantes, ao se reencontrarem após mais de dois anos separados. O parque de diversões e safári Longleat, no sudoeste da Inglaterra, registrou o momento em que o gorila Kesho, de 13 anos, foi devolvido ao parque e reviu seu irmão mais novo, Alf, de nove anos. Os dois se abraçaram e brincaram. Um terceiro irmão, Evindi, de seis anos, também foi recebido calorosamente pelo gorila mais velho. Um dos zeladores de Longleat, Mark Tye, disse que os cuidadores dos gorilas não tinham certeza se os irmãos se reconheceriam nem de quão amistoso seria o reencontro, "mas, no momento em que eles se viram, deu para perceber pelos seus olhos que se reconheceram". O conservacionista Ian Redmond, especialista no comportamento de gorilas, explica que os animais são "dois mamíferos inteligentes e sociais" e descreveu a cena em termos semelhantes aos usados para um reencontro humano: "É a alegria de reencontrar alguém com quem você se divertia e agora pode voltar a se divertir".
Projeto reprodutivo: Os gorilas orientais de planície nasceram no Zoológico de Dublin, na Irlanda, e passaram boa parte de sua vida juntos. Mas Kesho, o mais velho, foi levado para Londres há pouco mais de dois anos, para participar de um projeto de reprodução em cativeiro. Sua ida ao parque Longleat, onde estavam seus irmãos, foi cercada de expectativa pela equipe local. "Estávamos um pouco preocupados a respeito de como eles reagiriam um ao outro e se o irmão mais velho aturaria as brincadeiras do irmão mais novo", disse Tye. "Mas eles criaram laços fortes em poucas semanas, e Kesho está sendo bastante tolerante, permitindo que os irmãos mais novos até saltem em cima dele." Os três irmãos dividirão um espaço em Longleat com um quarto gorila.
Fonte: Último Segundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.