quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Ações humanas pré-industriais impactaram clima

As emissões de carbono, apontadas hoje como principais agentes da mudança climática, têm como principal fonte a queima de combustíveis fósseis – como o carvão e o petróleo. No entanto, um estudo publicado na revista científica “Environmental Research Letters” indica que o homem começou a provocar essas emissões antes mesmo de montar as primeiras indústrias. A origem dessas emissões pré-industriais está na agricultura. Assim como ainda acontece hoje em dia, as sociedades mais antigas abriam espaço na floresta para abrir espaço para o cultivo. O corte e a queima de árvores leva à emissão de gás carbônico. Mesmo anos – e até séculos – após a retirada das árvores, as raízes e a madeira continuam emitindo carbono na atmosfera. Por isso, esse desmatamento ainda provoca efeitos sobre o clima da Terra. Os autores do estudo, Ken Caldeira e Julia Pongratz, do Instituto Carnegie, em Washington, nos Estados Unidos, calcularam esse impacto. Se as emissões contínuas forem incluídas na conta, as emissões de carbono dos países industrializados sobem em até 3%. Na Índia, o número pode chegar a até 7%. “As quantidades relativamente pequenas de dióxido de carbono emitidas muitos séculos atrás continuam afetando as concentrações atmosféricas de dióxido de carbono e nosso clima hoje, embora apenas em uma extensão relativamente pequena”, explicou Pongratz, que hoje trabalha no Instituto Max Planck de Meteorologia, na Alemanha. 
Foto: Brasil de hoje em dia ainda tem problemas com as emissões causadas pelo desmatamento (Foto: Divulgação/IBAMA) 
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.