quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Espécies encontradas na Amazônia podem desaparecer do planeta

No dia 5 de setembro é comemorado o Dia da Amazônia. Dos sete milhões de km² que compõem o território amazônico, cinco são ocupados por florestas, sendo que o Brasil detém 60% da região. Os outros 40% fazem parte do Peru, Colômbia, Equador, Bolívia, Guiana, Suriname, Venezuela e Guiana Francesa. Apesar da região possuir uma rica biodiversidade, várias espécies animais e vegetais estão sendo ameaçadas de extinção. O desmatamento, que inclui ações como grilagem de terras, extração de madeira e atividades agropecuárias, é um dos problemas ambientais. A construção de estradas e barragens e as recentes mudanças climáticas também têm impactado na sobrevivência do bioma. Mamíferos, aves, répteis e anfíbios que habitam a floresta amazônica podem desaparecer para sempre caso o Homem não invista em ações de proteção e preservação ambiental. Aqui estão selecionas as 10 espécies mais populares que habitam a Amazônia e que estão ameaçadas de extinção.

1 – Arara Vermelha
: A arara vermelha pode chegar aos 90 centímetros de comprimento e faz seus ninhos em árvores e em buracos de montanhas rochosas. Essa ave se alimenta de sementes, frutas e coquinhos.

 

2 – Jaguatirica: O felino pode chegar a 1 metro de comprimento e aos 16 kg. De hábitos noturnos, alimenta-se de outros mamíferos de pequeno porte, além de lagartos, serpentes e ovos de tartaruga.

 

3 – Macaco-aranha: O macaco-aranha pode chegar a medir 60 centímetros e a pesar 8 kg. Alimenta-se principalmente de frutas tropicais e raramente desce da copa das árvores em busca de alimento.

4 – Macaco-prego: O macaco-prego alimenta-se majoritariamente de frutas, mas em situações adversas, come também sementes e flores. Fêmeas e machos possuem um notável dimorfismo sexual: os machos possuem cristas de pelos escuros na testa.

 
5 – Mico-leão-dourado: O mico-leão-dourado é um primata que pode habitar diferentes biomas, sendo a Mata Atlântica o mais importante. O governo brasileiro calcula que hoje existam apenas 1.000 indivíduos em todo o planeta, sendo que 500 estão em cativeiro.

 
6 – Morcego: O morcego é o único mamífero capaz de voar. O animal possui alimentação muito variada, cujo cardápio inclui frutos, sementes, folhas, néctar, pólen, artrópodes, pequenos vertebrados, peixes e sangue.

 
7 – Onça-pintada: A onça-pintada é o maior mamífero carnívoro do continente americano. Por ser um animal caçador e precisar de terrenos abertos, a diminuição do território de seu habitat está colocando o felino sob o perigo de extinção.

 
8 – Peixe-boi da Amazônia: O peixe-boi da Amazônia é um mamífero de água doce que pode chegar a ter 2,8 metros de comprimento e pesar 450 kg. Ele alimenta-se principalmente de gramíneas.

 
9 – Tamanduá-bandeira: O tamanduá-bandeira é um mamífero que alimenta-se quase que exclusivamente de formigas e cupins. Apesar de não possuir dentes, tem uma língua extremamente viscosa e comprida. De hábitos noturnos, a espécie pode chegar a 2,1 metros de comprimento e pesar cerca de 45 kg.

 
10 – Tatu: O tatu é um mamífero insetívoro, ou seja, alimenta-se exclusivamente de insetos, sobretudo de formigas e cupins.


Fonte: MSNVERDE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.