quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Pesquisadores dizem ter encontrado local exato da morte de Júlio César

Uma equipe do Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC), da Espanha, afirma ter encontrado o ponto exato onde Julio César foi apunhalado, dentro do que hoje são as ruinas conhecidas como Curia di Pompeo, em Roma, enquanto presidia uma reunião do senado romano, informou no dia 10 de outubro a instituição. Vários textos antigos descrevem o assassinato de Júlio César, ocorrido no ano de 44 a.C. na Curia de Pompeo, fruto de um complô de um grupo de senadores que queriam eliminar o general, o que desembocaria na formação do segundo triunvirato e na explosão final das guerras civis. Uma estrutura de concreto de 3 metros por 2 metros, que foi colocada por ordem de Augusto, filho adotivo e sucessor de Julio César, era a chave que faltava aos cientistas para descobrir o local de sua morte. O achado, segundo os pesquisadores, confirma que Julio César foi apunhalado no centro da Curia di Pompeo, enquanto presidia a reunião. Atualmente, os restos do edifício estão localizados na área arqueológica de Torre Argentina, em pleno centro histórico da capital italiana. "Sempre se soube que Júlio César foi assassinado na Curia di Pompeo, em 15 de março de 44 a.C., porque os textos clássicos nos informam sobre isso, mas até agora, não havia nenhum testemunho material do fato, tantas vezes representado na pintura histórica e no cinema", explicou o investigador do CSIC Antonio Monterroso. As fontes clássicas dizem que anos depois do assassinato, a Curia foi fechada e em seu lugar foi construída uma capela-memória. "Sabemos com segurança que o lugar onde Julio César presidiu aquela sessão do Senado e onde foi apunhalado foi fechado com uma estrutura retangular. O que desconhecemos é se esta estrutura significa que o edifício deixou de ser totalmente acessível", disse Monterroso.


Retângulo indica o local que os pesquisadores acreditam ser o ponto exato do assassinato de Júlio César (Foto: CSIC/Divulgação)  


Fontes: G1; Último Segundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.