quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Seca no Zimbábue restringe água em parque e mata ao menos 21 animais

Ao menos 21 animais, sendo 19 elefantes e dois rinocerontes, morreram até o dia 3 de outubro no Parque Nacional de Hwange, no Oeste do Zimbábue, devido ao intenso período de seca que atinge a região e que esvaziou reservatórios naturais de água. De acordo com comunicado oficial do governo publicado jornal “The Herald”, o calor na região fez com que a água de bebedouros evaporasse e as bombas utilizadas para alimentar as poças estão sem gasolina. A Autoridade de Gestão de Parques, Florestas e Animais selvagens assegurou que não dispõe de recursos necessários para resolver o problema, o que pode causar a morte de outros animais. De acordo com Caroline Washaya-Moyo, porta-voz do órgão governamental, são necessários US$ 100 mil para evitar uma tragédia maior – dinheiro que não será disponibilizado.  
Ameaça a animais vulneráveis: O parque de Hwange fica em uma região árida e passa neste momento pela temporada de seca, até que cheguem as chuvas previstas para o mês de novembro. Dos 60 bebedouros do parque, somente dez têm água. A situação piora ainda mais devido à migração de vários elefantes provenientes de Botsuana. É a primeira vez que se registra morte de rinocerontes devido à seca, o que é considerado grave já que no país restam apenas 400 exemplares deste animal ameaçado de extinção. 
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.