domingo, 23 de dezembro de 2012

Desastres naturais colocam governos e opinião pública em alerta

Terremotos, furacões, tempestades e tsunamis sempre causaram pânico e morte em diferentes regiões do mundo. Apesar dos governos aperfeiçoarem as medidas para lidar com esses fenômenos, estabelecendo fortes programas de prevenção, muitos são os países que ainda não conseguem administrar o impacto das forças da natureza. No dia 16 de setembro é celebrado o Dia Internacional para a Prevenção contra Desastres Naturais. Relembre na galeria a seguir as últimas tragédias que mais chocaram a população mundial.


Foto 1: Japão 2011: O tsunami que devastou a costa nordeste do Japão, e que contribuiu para provocar os terríveis acidentes envolvendo a usina nuclear de Fukushima, formou ondas de até 23 metros de altura. A estimativa é que 15 mil morreram; o medo da contaminação radioativa ainda continua na região.

Foto 2: Haiti 2010: Um terremoto que atingiu sete pontos na escala Richter provocou uma tragédia em várias cidades do Haiti, principalmente na capital do país, Porto Príncipe. Desabrigados, feridos e mais de 50 mil mortos foi o saldo da passagem do fenômeno no local. Centenas de edifícios desabaram, inclusive o palácio presidencial de Porto Príncipe.

Foto 3: Mianmar 2008: O ciclone Nargis aterrorizou Mianmar por mais de 10 horas em 2208. Com ventos de até 190 km/h, o fenômeno deixou 78 mil mortos e provocou estragos principalmente na região litorânea, destruindo residências e modificando até os contornos das regiões à beira-mar.


Foto 4: Hungria 2007: A forte onda de calor que castigou a Hungria em 2007 provocou a morte de 500 pessoas. A temperatura média em julho permaneceu acima dos 30° em quase todas as regiões, inclusive na capital, Budapeste.

Foto 5: Indonésia 2006: A cidade de Yogyakarta, localizada na ilha de Java, território da Indonésia, foi a principal afetada pelo terremoto de 6,3 pontos na escala Richter que atingiu a região em 2006. O tremor provocou a morte de aproximadamente 6,2 mil pessoas e deixou mais de 200 mil desabrigadas.

Foto 6: Caxemira 2005: A região da Caxemira, localizada na fronteira entre Paquistão e Índia, foi palco de uma catástrofe provocada por um terremoto em 2005. Apesar do tremor ter durado apenas 10 segundos, prédios e casas desabaram mesmo em regiões de até 100 km de distância do epicentro. Cerca de 80,5 mil pessoas morreram.


Foto 7: Ásia 2004: Um dos mais violentos tsunamis que o mundo já vivenciou foi o que castigou oito países localizados no sudeste da Ásia em 2004. A força do maremoto deixou cinco milhões de pessoas desabrigadas e 158 mil mortas.


Foto 8: França, Espanha e Itália, 2003: Uma das mais intensas ondas de calor da atualidade castigou em 2003 várias regiões da França, Espanha e Itália e deixou mais de 50 mil mortos. A temperatura permaneceu acima dos 40° na maioria dos dias do mês de julho.

Foto 9: Afeganistão 2002: O Afeganistão vivenciou uma série de terremotos em 2002, que provocaram a morte de 2,5 mil pessoas. Apenas 24 horas após o primeiro tremor ter causado destruição e pânico nas cidades, outro forte tremor afetou ainda mais a região norte do país.

Foto 10: Índia 2001: Em 2001 a cidade de Gujarat, na Índia, foi aterrorizada por dois terremotos que, somados, deixaram mais de 50 mil mortos. Um mês após o primeiro tremor ter provocado destruição e a morte de 20 mil pessoas, outro tremor encerrou a tragédia com mais 30 mil mortos. 
Fonte: MSNVERDE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.