sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Pesquisadores monitoram tubarões-brancos na costa leste dos EUA

Uma equipe de pesquisadores e pescadores está colocando marcadores de satélite nas barbatanas de tubarões-brancos na costa leste americana. O objetivo do projeto Ocearch é entender a movimentação da espécie pelo Oceano Atlântico e protegê-la de eventuais ameaças. Os animais chegam a pesar 1,5 tonelada e a medir quase 5 metros de comprimento. Eles foram encontrados ao longo do litoral de Chatham, na região do canal Cape Cod, no estado de Massachusetts. Os tubarões-brancos, considerados um dos predadores mais temidos da natureza, são monitorados de forma pouco convencional. Os pesquisadores usam iscas para atrair os animais, levam-os até o navio e retiram amostras de sangue, sêmen e tecidos para serem estudadas posteriormente. Com o satélite em tempo real, será possível traçar um mapa de localização, velocidade e acústica dos indivíduos cada vez que as barbatanas dorsais deles chegarem até a superfície.


Foto 1: Fêmea de tubarão-branco foi chamada de Mary Lee e será monitorada por satélite (Foto: Ocearch/Divulgação)


Foto 2: Capitão Brett McBride aparece com a fêmea 'Genie', cuja barbatana ganhou satélite (Foto: Stephan Savoia/AP)


Foto 3: Após ser fisgado até o navio, tubarão-branco é virado de costas e expele água (Foto: Stephan Savoia/AP)  



Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita. Deixe sua crítica e sugestão para aperfeiçoarmos o blog. Abraços e Volte Sempre.